Bem-Vindo ao gabinete digital do Vereador Carpê Andrade
Capitão Carpê AndradeCapitão Carpê AndradeCapitão Carpê Andrade
(92) 3303-2872 e 2873
gabinete.ext@capitaocarpeandrade.com.br
Manaus /AM, 69027-020​
Capitão Carpê AndradeCapitão Carpê AndradeCapitão Carpê Andrade

Vereador Capitão Carpê cobra explicações de Secretaria de Estado de Saúde

Na sessão plenária desta segunda-feira (26), na Câmara Municipal de Manaus (CMM), o vereador Capitão Carpê Andrade (Republicanos), solicitou explicações da Secretaria de Saúde do Amazonas (SES) pela demora no atendimento ao Cabo da Policia Militar, Rosenaldo Paz da Silva, 38 anos, que foi atingido com um tiro na cabeça na noite de sábado (24), em um frigorífico que ele fazia segurança particular no bairro Parque 10, zona centro-sul.

Segundo familiares da vítima, o cabo ficou aguardando até 12 horas para ser atendido, mesmo em estado grave, e com projétil na cabeça, e com perda de massa encefálica.

“Uma unidade hospitalar de grande porte referência em neurologia no Amazonas como o Hospital e Pronto-Socorro Dr. João Lúcio, ter apenas um neurologista de plantão”, questionou o vereador.

De acordo com parlamentar, o militar estava fazendo extra como segurança para compor sua renda, se tivesse mais condições salariais e se a PL “Bico Legal” Gratificação Extra Municipal ao Policial Militar fosse uma realidade na nossa cidade, os militares teriam oportunidade de complementar sua renda prestando serviços para prefeitura de forma legal.

“O projeto é um convênio entre prefeitura e policia militar, para a compra de horas de folga dos militares, que deverão atuar em locais de interesse do Munícipio. Solicito mais uma vez ao prefeito David Almeida que trate de forma célebre o projeto”, finalizou o capitão.

Nota Secretaria de Saúde do Estado

A direção do Hospital Pronto-Socorro (HPS) João Lúcio esclarece que o paciente Rosenaldo Paz da Silva deu entrada na unidade às 21h52, após ser transferido do HPS Platão Araújo, no último domingo (25/04), onde recebeu os primeiros socorros e foi intubado por conta de seu estado grave.

O paciente passou por avaliação de um cirurgião-geral e por um neurocirurgião, recebendo toda a assistência médica. Após a avaliação, ocorreu o pedido de sala para procedimento cirúrgico, mas o paciente não apresentava estabilidade hemodinâmica, sendo mantido no politrauma para estabilização. O paciente não apresentou melhora do quadro clínico, tendo evoluído para abertura de pupila, sinal neurológico considerado muito grave para realização da cirurgia, não tendo resistido e faleceu.

A direção do HPS João Lúcio informa que dois médicos neurologistas estavam no plantão da unidade na noite deste domingo.

Foto: Ítalo Sena

Leave A Comment

Aqui estão alguma das formas de entrar em contato com a nossa equipe. Conte com a gente!

Manaus /AM, 69027-020
Fone: 3303- 2872 / 2873
(8 às 15h)